“Muitos não sabem da existência deste deus da mitologia Greco-Romana. Sabe aquelas histórias onde existe um irmão famoso e outro que vive esquecido à sombra dele? Bom, só pelo nome dele já conseguem descobrir ”


Pais: Afrodite e Ares

Cônjuge: Sacerdotisa

Filhos: 

Divindade: Deus da desilusão, ordens, manipulação, amor correspondido e não-correspondido, da antipatia, da aversão, que desune, separa, desagrega.

Equivalência em outras culturas: Mitologia Romana – .


Anteros é o deus grego do amor correspondido, mais consciente, e vingador do amor não correspondido. Seu nome literalmente significa o amor voltou, mas pode também ser traduzido como “contrário do amor”, ou “no que não há amor”.

Após descobrir que o motivo de Eros não crescer é que ele estava sozinho e o amor tem que ser correspondido para crescer, Afrodite teve Anteros com Ares. Ele foi dado ao solitário irmão Eros como um companheiro, para que Eros (o amor) pudesse crescer. Assim Eros cresceu belo e forte, mas após algum tempo, Anteros foi enviado para ser criado por um pescador, e quando Anteros partiu, Eros voltou a ser menino.

Fisicamente, ele é semelhante a Eros, mas com cabelos longos e emplumadas asas de borboleta. Também é descrito armado com um taco de ouro e setas de chumbo.

Entre 600 e 700 a.C., Anteros e uma sacerdotisa de Apolo tiveram um romance proibido, que resultou na morte do deus. Ela era casada com um dos filhos de Apolo, que inconformado com a situação, pediu ajuda do pai.

Aproveitando-se da relação entre Hera e Afrodite, Apolo pediu ajuda à deusa do matrimônio que intercedeu tirando a imortalidade de Anteros. O filho de Apolo então armou uma emboscada e, com uma das flechas certeiras de seu pai, deu fim à vida do rival.


Referências:

http://eventosmitologiagrega.blogspot.com.br/2010/12/eros-e-anteros.html. Consultado em 18-04-17.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Erotes. Consultado em 18-04-17.

https://revistamacarena.wordpress.com/2011/01/31/mitologia-anteros/. Consultado em 18-04-2017